Páginas

Pesquisar este blog

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Material escolar, a saga

Não é uma tarefa fácil pesquisar em 2,3,4 lugares diferentes numa semana e na outra, quando voce decide ir às compras, os preços mudaram ou alguns materiais se esgotaram. Pois é caro leitor, estou na busca pelo melhor custo versus benefício.

Sou daquele tipo que, só compro em determinada loja os ítens pesquisados com menor preço aliado a qualidade. A segunda opção nem tanto porque veja bem, algumas escolas da minha cidade costumam exigir ítens e quantidades que nem vão ser utilizados pelas nossas crianças. Desta forma, não me sinto obrigada a comprar a melhor marca. E o que me deixa mais chateada é a possibilidade de no final do ano não receber de volta estes ítens que custaram o meu suor e que podem ser úteis no próximo ano.

Confesso que nunca solicitei com vergonha de ouvir algumas piadinhas como "tudo foi usado durante o ano mãe" ou "ô mãe a senhora acha que se sobrasse nós não iríamos devolvê-los?" ou ainda "a senhora não acompanhou as atividades do seu filho e não percebeu tudo que foi usado?".

Não tenha dúvida que eu sempre tenho a sensação de que nem tudo foi usado por meu filho. E toda vez que um novo ano letivo está para se iniciar fico a me perguntar se devo seguir a risca aquela bendita lista. E aqueles ítens que nehum vendedor consegue adivinhar...isso me irrita.

Quase esqueço de mencionar que tem escola que ofereçe a venda dos materiais por um preço convidativo, que desconfio ser aqueles tais ítens que não foram utilizados no ano anterior, isso mesmo, aqueles que a escola se nega a devolver.
google

O assunto é chato, mas o jeito é comprar conforme meus critérios e saber das mães internautas como fazem para driblar estes abusos.

Conta ai, como você lhe dá com este assunto?


2 comentários:

Mari Hart disse...

Aqui vivi os dois extremos. Pedro, ano passado, aos 4, no Pré I, gastei 700contos de material, mais 2 parcelas semestrais de 320, em março e agosto. No final do ano qdo recebi os trabalhinhos, haviam cadernos, apostilas EM BRANCO! Fiquei P da vida! Esse é um peso grande na minha decisão de mudar de escola, que já não tem uma mensalidade barata. Em contrapartida, minha filha, aos 11, estuda em uma escola federal, uma das melhores do país. Por coinscidência, acabei de abrir a lista de materia dela antes de entrar aqui no teu blog e sorri e orelha a orelha! Menos é mais! Se eu gastar 200, é muito! Acho muito justo, visto os impostos que pagamos por tudo e por nada!

É isso! Bjão! =)

Diário da mãe e da filha disse...

É eu procuro pesquisar. Mas... Como você disse quando vamos as compras as coisas esgotaram, os preços subiram, ai ai.

O que me irrita é que ano passado pediram um caderno separado para espanhol e a Ingrid utilizou 20 folhas sendo que o caderno tem 96!! Fiquei pra morrer, aff.

É isso ai, beijos