Páginas

Pesquisar este blog

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Sobre a casa na árvore

Dudu adora subir em árvores, o resultado disso é que ele quer de qualquer jeito uma casa na árvore. Já fez projeto e tudo, esse menino é todo trabalhado na resolução simples do problema.

projeto ambicioso com direito a pára-raios, oi?!

O problema é que o local onde tem árvore lá em casa é pequeno, daí que estamos quebrando cabeça se vai rolar de verdade. Ando pesquisando na internet e estou ficando encantada com a possibilidade. Agora, quem quer sou eu! Olha só:





Agora me diz, como não amar e querer????

Quem puder contribuir com idéias, a casa está aberta.

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Testando: compras no site Dinda, o resultado

As notícias não são boas, pois os calçados não deram nos meninos, daí que não existe a possibilidade de trocar o número [ponto negativo]. Segundo informações do site, terei o reembolso sabe Deus lá quando. A primeira parcela já veio na fatura, pode ser que ainda venha até a segunda subsequente após devolução. 

Outra coisa que termina saindo mais caro é a questão do frete que não entra na conta da devolução, apenas o valor dos produtos.

É muita confusão pra mim. Por isso, ainda prefiro comprar em lojas físicas à virtuais, fora a ansiedade que gera em receber o quanto antes e a decepção quando não atende às expectativas, que foi o meu caso, mais uma vez com este site.


terça-feira, 29 de outubro de 2013

Testando: compras no site Dinda

Minha primeira experiência na loja virtual Dinda se deu a partir de uma amiga que fez compras e indicou. Gostei muito dos preços mais baixos que nas lojas, por ser um site de descontos [clube online] de grandes marcas para mamães, bebês e crianças. O site oferece descontos para membros que se cadastram a partir da sua indicação.
O que não gostei foi:
- existe a possibilidade do produto escolhido não ter no estoque das lojas, daí você cria expectativa de receber, mas não recebe [tem, mais acabou!]. Escolhi duas sungas com mesma estampa para meus pequenos filhotes, mas quando finalizaram [o site] a compra, já não tinha mais no estoque. Fiquei frustrada!
- demora na entrega, recebi por volta dos 45 dias da compra, foi avisado, mas demora muito.
- a caixa de uma sandália que comprei para meu filho chegou toda amassada, mas como o produto estava inteirinho, resolvi não devolver.

Recentemente fiz mais uma compra, estou aguardando o frigir dos ovos para ver no que vai dá. Espero que dessa vez tenha todos os produtos escolhidos. Veremos!



Os produtos/marcas/sites aqui apresentados não são patrocínios, apenas compartilho os que fazemos uso para que nossos leitores conheçam algumas novidades do universo materno.

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Sobre a cabeça deformada e a minha experiência

Quando Artur nasceu percebemos que sua cabecinha estava amassada do lado direito, dentre outras deformações não percebidas por qualquer mortal. Os pediatras da maternidade disseram ser comum este fato, que era proveniente da posição que ele ficou na barriga nos últimos meses da gestação e que isso não era motivo suficiente para que nos alertassem da necessidade de cuidados específicos, simplesmente disseram "- isso será corrigido durante seu crescimento/desenvolvimento", e só!

A pediatra que o acompanha, desde o nascimento, também achou que até o sexto mês poderia ser corrigido naturalmente com a ajuda de rodilha [uma fralda de pano enrolada no formato da cabeça] SQN! Artur nunca gostou deste acessório, ele choramingava até que a gente retirasse, mesmo assim insistimos no uso pensando no "benefício" da correção de sua cabecinha. E um outro detalhe: ele só queria deitar virado para o lado esquerdo, só queria pegar brinquedos do lado esquerdo, só nos dava atenção do lado esquerdo!

Acontece colegas, que ele completou seis meses, e a cabeça da minha criança NÃO ficou redondinha como de todo bebê normal, eu também percebi que ele não dá a mesma atenção quando emitimos sons ou oferecemos algo do lado direito. Tem gente que nem percebe, mas dá pra ver à olho nú sim, repare:


Trecho retirado de um site especializado em informações para mamães e bebês:
"Por conta da notória deformidade na cabeça, já existem alguns relatos de adultos que desenvolveram bloqueios e problemas psicossociais refletidos em todos os aspectos da vida por causa da assimetria. Como a reversão só pode ser feita quando a criança ainda é muito pequena, a decisão é total dos pais, o que os torna responsáveis pelo tratamento."                                     

FONTE: guia do bebê

foto: google images

Nós, os pais, achamos que estamos perdendo tempo demais acreditando ser uma coisa simples de resolver, baseado apenas na opinião da pediatra. Na última consulta, ela alertou para uma plagiocefalia deformacional ou posicional. Daí que fiquei encucada que p@rra é essa que "de repente surgiu" no meu filho, dito perfeito desde o nascimento. Ela recomendou sessões de fisioterapia, que nada mais é uma estimulação para que ele perceba/utilize o seu lado direito.

Pesquisei sobre a tal patologia e constatei que a idade de corrigir É AGORA enquanto a fontanela [moleira] está aberta, e o pior....em alguns casos é necessário o uso de uma órtese [capacete], de uso contínuo [só tira para tomar banho], por aproximadamente 6 meses, com visitas periódicas ao neuropediatra para ajuste da mesma.

foto: google images

AGORA senta pra saber quanto custa e onde é feita...sentou? Então lá vai...

Em torno de R$ 10.000,00 [isso mesmo, DEZ MIL REAIS], engoliu à seco??? recomendo beber um copo d'água pra saber mais...isso é uma média, ou seja, pode ser um pouco mais...tomou?

Uma única clínica em São Paulo realiza um "escaneamento" do crânio para tirar as medidas e faz a encomenda nos EUA. Depois de pronto, é necessário algumas visitas para ajuste, ou seja, teremos que ir à SP mesmo "sem vontade" [$$].

Esta clínica só existe no Brasil porque o dono, um neurologista, especialista em assimetrias cranianas, passou pelo mesmo problema com sua filha. Percebendo a falta de prestação deste serviço, criou a dele, esperto né? Também, se não fosse na própria pele, talvez ele nem teria percebido esta demanda, assim como, o hospital Sarah Kubitschek surgiu pela necessidade de tratamento para a filha do presidente Juscelino, a diferença é que neste último, o tratamento é gratuito.

Pobre tem mais é que procurar o serviço público ao invés de ficar reclamando da vida, conheci uma anja de jaleco, que me indicou o CEPRED, orgão que cuida de pessoas com qualquer tipo de deficiência. Como todo serviço público brasileiro, tem seus problemas, mas com muita fé, conseguiremos.

Enquanto isso, o bebê em questão, segue lindo e sorridente com sua cabeça torta.

Até a cena dos próximos capítulos!

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Testando: suporte para banho do bebê

Este belezudo é tudo de "bão", simplesmente porque ele é o seu terceiro braço na hora do banho. Artur iniciou o uso aos 3 meses  e se segue até hoje. Muito útil, pois suas mãos ficam livres para lavar com mais perfeição e segurança. Sem contar que você ainda fica livre pra pegar a toalha ou algo que, por ventura [diga-se esquecimento], tenha deixado distante da banheira.

Com Eduardo não usei porque nem sabia da existência deste acessório. Artur herdou da prima Malú. Este é para banheiras da Burigotto, não sei se existe para outras marcas ou se este encaixa em qualquer uma. Fácil de higienizar, com este apoio em emborrachado para o bebê não escorregar, muito bacana.

getty images

getty images

Mas atenção: criança que não se sustenta, ditas "molinhas", NÃO recomendo o uso, pois ela pode escorregar facilmente pela falta de firmeza. Nestes casos é melhor à moda antiga mesmo, segura com uma mão e lava com a outra.




Os produtos/marcas/sites aqui apresentados não são patrocínios, apenas compartilho os que fazemos uso para que nossos leitores conheçam algumas novidades do universo materno.

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Vitamina A, seu filho tomou?

Ao completar 6 meses nossos rebentos precisam tomar algumas vacinas e dentre estas consta a VITAMINA A, que segundo pediatra que acompanha meus filhos, só é necessária para crianças desnutridas ou com carência dela.

Acontece que este detalhe não tem sido levado em conta e sua oferta vem sendo feita como se a mesma fizesse parte do calendário básico de vacinas.

O problema é que quando ministrada em crianças sadias ela pode causar aumento da pressão intracraniana e por consequência dor de cabeça. Em bebês que tenham a moleira ou fontanela aberta é possível perceber uma ondulação ou inchaço. Passei por isso com Artur porque desconhecia esta informação. Com Eduardo não percebi porque estava em falta nos postos, quando tomou já tinha completado 1 ano, por isso não era visível o inchaço, se ele teve dor de cabeça eu não sabia a razão.

Há muito mais reações, mas meu filho, aparentemente só teve o inchaço. Fique atento às outras reações pois, quando o consumo do retinol é exagerado, ocorre uma intoxicação por esta vitamina, denominada de hipervitaminose A, surgindo sintomas como: 
pele seca, áspera e descamativa;
fissuras labiais;
ceratose folicular (oclusão do folículo piloso);
dores nos ossos e articulações;
câimbras;
queda dos fios de cabelo;
lesões no fígado;
redução do crescimento do indivíduo;
falta de apetite; 
edema (inchaço);
epistaxe sangramento nasal);
esplenomegalia e hepatomegalia (aumento do volume do baço e fígado);
e alterações nas enzimas hepáticas.
FONTE: http://pt.wikipedia.org/wiki/Vitamina_A


Se seu filho se alimenta diariamente com uma destas belezuras que a natureza nos oferece, ele não precisa desta dose cavalar oferecida nos postos de saúde:
Alimentos ricos em vitamina A
  • agrião
  • tomate
  • pimentão vermelho
  • damasco



Ingestão Diária Recomendada - IDR
População Quantidade (µg RE)
Adultos 600
Lactentes 375 (0-6 meses) e 400 (7-8 meses)
Crianças 400*, 450** e 500***
Gestantes 800
Lactantes 850

Fonte: Resolução RDC nº 269, de 22 de setembro de 2005. Legenda: *1-3 anos, **4-6 anos, ***7-10 anos


#fiquedeolho

#dicademae

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Testando: sabonetes liquido johnson's baby

Resolvi testar todas fragâncias, são elas:
3 líquidos e 2 cremosos
Hora do banho [laranja] - com pouca quantidade é o suficiente para espumar e deixar o bebê cheirosinho, mas Artur não se deu bem, iniciei uso desde a maternidade e ele ficou todo empoladinho em volta do pescoço, percebi também que toda vez que entrava em contato ele chorava. Usei os outras fragâncias e voltei a usar esta, a irritação não se repetiu.

Toque de hidratação [rosa] - textura bem cremosa, fragância faz lembrar talco, achei um pouco forte.

Hora do sono [lilás] - cheirinho de lavanda, muito agradável, textura igual ao hora do banho, leva este nome porque promete colaborar com o sono do bebê, não percebi nenhuma diferença na rotina de Artur em relação ao uso com as outras fragâncias, apesar disso gostei.

Baby milk [verde] - fragância e textura parecida com o toque de hidratação [cremoso], gostei.

Hora de brincar [azul] - textura igual ao hora do banho, cheirinho particular bem agradável, promete remover até sujeiras invisíveis, vai saber.

Preço médio: 9,00

Escolhi esta marca porque já conhecia, mas vi que as outras marcas infantis lançaram sabonetes liquídos [huggies, pom pom] que pretendo conhecer e dividir com vocês.

Beijos!


Os produtos/marcas/sites aqui apresentados não são patrocínios, apenas compartilho os que fazemos uso para que nossos leitores conheçam algumas novidades do universo materno.

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Projeto "Reciclar é show" em Salvador

O Estúdio Tang chegou em Salvador desde o dia 12/07 e permanecerá até o dia 28, com o projeto "Reciclar é show" onde está sendo oferecido às crianças participantes música e oficinas de montagem de instrumentos com materiais recicláveis, além de produção de vídeo para a internet em um estúdio de verdade.
Para gravar o clipe, os pequenos irão selecionar uma animação de fundo e interpretar o hit do Esquadrão Verde Tang com o propósito de reforçar o cuidado com o planeta e com o meio ambiente. Estes vídeos serão divulgados no site oficial www.esquadraoverdetang.com.br, onde também poderá baixar dowloads de materiais já feitos em escolas além de informações sobre crianças empreendedoras que ganham dinheiro com a reciclagem.
 
Hit do Esquadrão Verde Tang
Programe-se:

DataLocalPonto de ReferênciaHorário
19/07/2013Praça da RevoluçãoRua Professor João Gonçalves, Periperi12h às 18h
20/07/2013ZoológicoRua Alto de Ondina S/Nº, Ondina10h às 16h
21/07/2013Dique do TororóAv. Presidente Costa e Silva
( em frente ao estádio da Fonte Nova), Tororó
09h às 15h
26/07/2013Rua C, 405Tancredo Neves10h às 16h
27/07/2013Parque da CidadeAv. Antonio Carlos Magalhães, Itaigara10h às 16h
28/07/2013Parque PituaçuRua Manoel Antonio Galvão, Pituaçu10h às 16h

terça-feira, 9 de julho de 2013

Testando: rolo adesivo Scotch-Brite

Entre o 2º e o 3º mês de vida meu bebê number two perdeu uma boa quantidade de cabelos apenas no meio da cabeça, ficou bem parecido com Santo Antonio, muito engraçado.

O berçinho era pura cabeleira, para resolver este pequeno probleminha eu utilizei um rolinho autoadesivo daqueles que servem pra tirar fiapos de roupas, tipo esse aqui:



Funcionou perfeitamente retirando todos fios de cabelo e qualquer outros fiapos. Sacudir lençol todo dia é uma maratona, principalmente se você, assim como eu, escolheu ter protetores de berço. Dica da mamãe!

Preço médio: R$ 9,00

imagem: google images 


Os produtos/marcas/sites aqui apresentados não são patrocínios, apenas compartilho os que fazemos uso para que nossos leitores conheçam algumas novidades do universo materno.


sexta-feira, 31 de maio de 2013

Bronquiolite, uma vilã silenciosa

Tivemos o desprazer de conhecer esta patologia em Artur no auge dos seus 2 meses. Foi terrível, com direito à internação hospitalar por 8 dias que só cedeu por causa do uso de antibiótico [eritromicina] associado à nebulizações com medicamentos e uma nova e bastante eficaz chamada de hipertônica, que só pode ser usada em pacientes internados, pois necessita de supervisão médica.
 
Ele apresentou tosses persistentes e carregadas e nariz escorredo secreção esbranquiçada, nada que assustasse de cara. Quando isso começou, liguei logo para a pediatra que o acomapanha, ela passou nebulizações e corticóide, só que ele piorou, levamos ao PA e lá ele realizou um raio-x que revelou uma mancha nas vias aéreas, segundo a médica que o atendeu dava para tratar em casa com antibiótico e as mesmas orientações que a pediatra dele havia passado, eu insistir no internamento, mas a médica achou que não era nada demais e deu alta. Já em casa, numa das nebulizações eu notei que ele ficou apático derrepente e com semblante de quem estava desfaleçendo, não perdemos tempo e corremos de novo pro PA [quase sai só com roupas íntimas], devida a urgência do caso preferimos dar entrada em um hospital mais perto de casa, foi desesperador...imagine eu e o pai, dentro do carro ultrapassando todos carros da rua, com as luzes do pisca alerta ligado, com o menino no colo pareçendo que ia morrer.
 
Nem fizemos ficha, fomos logo pro consultório, desperados. A plantonista disse que ele apenas estava cansando [sintoma de asmáticos], mas não era um comportamento normal, já que ele vinha sendo nebulizado há alguns dias e o mesmo não tinha acontecido, por isso o nosso medo.
 
Passado o susto, ela o deixou em observação mantendo todas medicações que já vinha tomando e não gostou da postura que a outra médica do primeiro PA teve. Na sua opinião, ele devia ter ficado internado devida idade e gravidade da doença que osçila do bem bom para o estado péssimo em questão de minutos. Isso aconteceu com um bebêzinho que também chegou lá, com pouco mais de um mês, e no caso dele precisou ser transferido para UTI de outro hospital [lá não tem]. O estress foi tanto que meu leite diminuiu drasticamente a produção, pensei que fosse precisar de leite artificial, mas Artur se sentiu satisfeito e não foi necessário.
 
Entre um plantão e outro tivemos a felicidade de encontrar com algumas pediatras maravilhosas que atenderam nosso filho com muito carinho, cuidado e competência [não era um comportamento frequente, pode acreditar], o que fez ele ficar bom logo.
 
Foram longos dias sem ir em casa, sem ver Dudu, tivemos que deixar ele com quem podia a depender do dia. Pra fechar com chave de ouro, ele ainda teve uma crise de otite durante este período, que precisou ir ao PA especializado onde tomou uma benzetacil [coitado]. Eu achei que o fator emocinal entrou em cena e fez meu bichinho ficar doente porque foi derrepente um febrão e muita dor de ouvido. Ele estava louco de saudade, queria de qualquer jeito nos ver, falei com a assistente social, mas o pai não concordava prevendo a sua piora. Isso só foi possível no dia da alta, chorei de felicidade em estar saindo daquele lugar e ao mesmo tempo em poder estar com meus filhos e meu marido em casa.
 
A recomendação foi, continuar o uso do antibiótico até completar 10 dias de uso mais a nebulização com medicamento [Aerolin] e lavagem das narinas com soro. Terminado o uso do antibiótico, levamos ao pediatra e tudo estava bem, graças!
 
Mas, nem tudo são flores... a bronquiolite pode reapareçer até aproximadamente 6 meses. Então agora é cuidado redobrado e qualquer sintomasinho de gripe que seja, lá vamos nós para a pediatra ou PA. Só sei que não terei descanso nem pra urinar, tem que ter alguém por perto pra fiscalizar, pense....
 
E não tem como evitar transmissão, pois percebi durante aqueles dias no hospital que outros bebês, inclusive rn's, que as mães não levavam pra rua, que não recebiam visitas, que tinham o maior cuidado, estavam também com bonquiolite, do mesmo jeito que as que iam pra todo lugar que tinham vontade, inclusive shoppings, pasmem!
 
Eu e Dudu sofremos de problemas respiratórios, tudo que eu não precisava neste momento é ter mais um, mas fazer o quê?
 
 
nem parece, mas estava bem doentinho.
 

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Quando ter filhos?

A pedido de uma amiga e leitora, Mila Fernandes, escrevi este texto que nem sei porque não tinha escrito antes. Voilá

Desde a adolescência eu já queria ser mãe, aquela coisa de brincar de boneca pra mim estava sem graça sem uma vidinha real nas mãos pra cuidar. Mas a educação que meus pais deram foi o suficiente para que eu esperasse um pouco mais e sou eternamente grata à eles porque puder viver intensamente minha adolescência, como deve ser.

Quando conheci Roberto, éramos muito novos, eu estava no segundo grau e ele tinha parado os estudos por que quis e também porque já trabalhava. Dai que fiz [com a ajuda da avó Chica] com que ele voltasse aos estudos, pelo menos pra concluir o segundo grau. Quando terminamos esta etapa, eu parti para a faculdade e ele, mais uma vez, decidiu parar. Quando estava no quarto semestre da faculdade eu já não agüentava mais de ansiedade para ter meu primeiro filho, foi então que parei de tomar o anticoncepcional e partimos pra parte boa, tentar.

Uma pausa mental: porque a vontade de ter filho, na maioria das vezes, parte da mulher, e nao do homem, partindo do pressuposto que é ela quem vai arcar com maior parte do trabalho que um filho dá? Diz ele que queria, mas nunca tinha manifestado sua opinião, depois que nasceu ai sim ele adorou, porque será?

Só que de boa não teve muita coisa não porque foi um ano fazendo amor [aliás sexo, para engravidar, exclusivamente!] e na-da! Fizemos todos exames possíveis e todos deram normais. Acho que pode ter sido por causa do anticoncepcional que usava [injetável de 3/3meses] e também pela temida ansiedade. Quando resolvi que ia esquecer este assunto, cataploft en-gra-vi-dei, meu bem!

Continuei na faculdade, mas quando Eduardo nasceu tranquei por um ano, voltei e concluir.

Porém, devemos levar muito em consideração alguns fatores, como:

Ter sua mãe em pleno gozo de boa saúde e disposição pra te ajudar;
Pode ser também a sogra, a cunhada, a irmã ou qualquer parente nas mesmas condições de sua mãe;
Ter uma renda que pague os custos necessários [plano de saúde, boa alimentação, casa, etc];
Tempo de sobra, tipo: um turno livre;
Disposição para perder noites, sem saber quando isso terá fim ou se terá, oremos!
E vontade de ambas partes porque como diz um velho ditado: quando um nao quer dois nao brigam.

Nós ainda fomos além, decidimos que um filho só era pouca merda, a gente queria a fossa entupida, e tentamos mais um, que resultou em dois abortos retidos [2010 e 2011] e um bebê lindão que é o nosso Arturzinho, agora com três meses. Marido ainda quer continuar tentando a meninA, mas eu nao tenho mais aquela mocidade dos 25 anos quando tive Dudu e o longo percurso até nascer, pra mim, foi muito cansativo. Sendo assim, quem sabe, daqui há alguns anos adotar uma.

Não é receita de bolo, claro, mas se essa é sua vontade, assim como foi a minha, então parte logo pros finalmente e vem aqui me contar como foi sua experiência, beleza?

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Testando: fraldas descartáveis

Tamanho Rn
Pompom top confort - esta foi a minha predileta, pois além de ser linda por fora [parece uma cuequinha quadriculada] cumpre seu papel de absorção excelentemente, sem contar com o tamanho que foi a única a se ajustar ao corpinho de Artur sem problemas. Nota 10!

Turma da Mônica - sem problemas.

Pampers - simplesmente ODIEI, decepção define, uma vez que a marca se julga a tão consagrada como a top das tops. Nao absorve como deveria, material grosseiro, tamanho não é adequado aos rn's de modo geral [cheguei a achar que era tamanho P, oi!?] e o design também sem diferencial.

Huggies - nao usei, mas ganhei um pacote tardio, que repassei pra minha irmã, que vai usar e me dizer depois pra compartilhar com vocês. Mas já posso adiantar um pouco, o tamanho parece adequado, o design é parecido com a pampers.

Tamanho P

Pampers clássica [pacote vermelho] - melhorou muito em relação há 6 anos quando Dudu usava. Era tão ruim que eu cogitei a possibilidade de nunca mais permitir sua entrada na minha casa, a fita feria as pernas, mas isso foi corrigido e agora voltou a ter o meu apreço.

Pampers premium Care - muito cara, as outras mais baratas da mesma marca cumprem com seu papel, então nao tem porque pagar mais caro, néam!

Huggies Turma da Mônica conforto dia e noite - não tive problemas, perfeita!

Tamanho M
Sapeka - sem problemas, apesar da fama de ser uma porcaria, por aqui não tivemos o que reclamar.

Pampers clássica - sem problemas.

Turma da Mônica software touch max - perfeita, a queridinha.
Cremer [Disney] - cheiro enjoativo e muito grande.

Turma da Mônica superproteção [pacote azul] - nenhuma queixa.

Este tamanho será o mais usado, por isso, ainda nao deu tempo de usar todas as marcas e tipos que temos, na medida que for acontecendo vou atualizando vocês.

Bjos!




Os produtos/marcas/sites aqui apresentados não são patrocínios, apenas compartilho os que fazemos uso para que nossos leitores conheçam algumas novidades do universo materno.

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Artur: 3º mês

Já gargalha que é uma beleza, faz malcriações, dorme mais, continua mamando muito.
descobriu as mãos e só quer saber de chupar dedo, comprei um bico mas ele não quer.
Babando demais, acho que os dentes sairão bem cedo, chego a trocar a roupa umas três vezes.

Conversa às seis da matina [seu horário predileto] e durante o dia também.

Atende pelo seu nome, conhece a gente pela voz que já sabe de quem é.

Está gordinho, fofinho, delícia.

Uns acham que está ficando mais parecido com o pai outros acham com a mamãe e tem que ache parecido com Dudu, mas eu acho que não, são muito diferentes, em tu-do!

terça-feira, 21 de maio de 2013

Testando: cremes anti assaduras

Nos primeiros dias de vida Artur nao precisava usar nada, mas marternar é cuspir pra cima, tivemos assaduras no pequeno daquelas bem difícil de curar. Daí que comprei vários tipos até acertar numa que nao me custou nada, rá! [Recebi no hospital onde ele ficou internado por causa de uma bronquiolite que contarei em outro post].


Hipoglós comum - continua com cheiro de peixe [horrível], espessura terrível que nao tem banho que resolva, a nao ser que a gente esfregue até ferir o bebê. Tamanhos 45, 90 e 135 gramas. Não recomendo, pronto falei!

google images
 

 
Hipoglós com óleo de amêndoas - cheiro horrível, porém sai fácil da pele, devido ao óleo, mas também nao resolve a assadura tão rápido quanto a mãe gostaria. Outro problema é que só tem embalagem de 40 gramas.
google images
Bepantol baby - creme leve, com cheirinho agradável, mas que não resolve a assadura tão rápido quanto diz na propaganda. Só comercializam míseros  30 gramas e caro [aproximadamente 12,00], quase o preço de outros maiores e com melhor eficácia.

google images
Nistatina + óxido de zinco [genérica da caríssima Dermodex], foi esta danada que resolveu as tais assaduras como num passe de mágica, da noite para o dia. Sem contar com o cheirinho maravilhoso e textura de creme fácil de retirar. Com essa "bunita" ele não fica mais assado, pois ela tanto é preventiva quanto de tratamento, sem contar que custa um preço justo de aproximadamente R$ 15,00 numa embalagem de 60 gramas.

google images



Os produtos/marcas aqui apresentados não são patrocínios, apenas compartilho os que fazemos uso para que nossos leitores conheçam-os, na minha opinião.

segunda-feira, 1 de abril de 2013

Relato de parto: Artur, meu segundo exemplar!

Estava marcada a cesárea para dia 25/02, mas Artur chegou ao mundo dia 23 de fevereiro, num sábado em que acordei achando que ele não estava mexendo, liguei pro GO desesperada, daí que ele orientou que eu fosse para emergência da maternidade. Entrei em trabalho de parto enquanto era examinada, como ele estava sentado [pélvico] o médico achou melhor fazer o parto naquele dia para não correr o risco de um parto normal que dizem não ser o recomendado nestes casos. Entramos em contato com o meu GO que não estava em Salvador e que concordou com a necessidade do parto naquele momento.
Marido ficou preocupadissímo, achando que algo não estava bem porque escutamos a conversa entre os médicos de que a frequência cardíaca do bebê estava baixa ou algo do tipo, não lembro bem. Ele chamou o médico sem que eu percebesse e pediu que se tivesse algo acontecendo que ele me salvasse, vejam só....

Abre aspas que essa mãe tem uma coisinha pra contar...

Existe um fato marcante neste parto: o obstetra que tinha feito minha primeira curetagem foi o mesmo quem trouxe Artur ao mundo, com todo cuidado e profissionalismo que a ocasião exige. Quando perdi meu primeiro bebê foi tudo um choque e ao encontrar este médico que para meu azar neste bendito dia estava de mal humor, tornou tudo pior ao quadrado, mas logo percebi que ele é muito competente apesar desse temperamento, e não é que gostei dele? Gostei e não tenho vergonha de dizer porque fez todo procedimento como deveria, não sei nem quero saber o que o deixou irritado naquele triste dia para mim, mas sua competência ficou em evidência. Diferente do outro obstetra que fez minha segunda curetagem de modo a desejar. Muito educadinho, mas incompetente, digo isso com segurança depois de ter relatado o fato a outros profissionais como ele que tiveram a mesma opinião que eu.

Fecha aspas e vamos ao que interessa...


Tudo correu bem e aqui estamos nós:

Às 13:19, pesando 3.310kg, medindo 48cm, branquinho, cabeludinho e lindo!
Diferente de Eduardo, Artur foi para o quarto no mesmo dia de seu nascimento, sem nenhuma intercorrência [graças], eu ainda não sentia minhas pernas, mas já podia carregar, dá de mamar e acariciar meu mais novo exemplar de cria. Ele é calminho e mama muito.

Um beijo para todos que vibraram com a minha chegada e aguardem que de agora em diante minha mãe tem muita coisa pra contar pra vocês neste blog, tchau!

Não podia deixar de relatar que tenho uma amiga bruxa, quando eu disse que tinha programado o parto ela foi logo dizendo "tomara que Artur nasça antes". Muito obrigada Mariana Sá, agora me diz os números da mega-sena porque com esta nova PEC das empregadas domésticas e babás ganhando horrores não sei de onde vou tirar tanto dinheiro, rá!

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Testando: Enxaguante bucal Colgate Plax magic

Uma inovação nos enxaguatórios, pois esse é para ser usado antes da escovação para que ele demarque as áreas mais críticas e no momento da escovação se dê uma atenção maior à estas áreas. Sem álcool, indicado para crianças a partir dos 6 anos, mas Dudu já usa desde os 3 anos, quando aprendeu a bochechar. Sabor tutti-frutti, líquido de cor azul, tem rosa também, mas não faz diferença, é só uma variação para agradar o público que tenha preferências.
Preço: em torno de R$ 8,49 embalagem de 250ml.
Foi uma descoberta de Dudu em uma das idas ao supermercado, eu não havia visto, dai deixei ele levar para um teste, gostamos!
imagem: google images
  


Os produtos/marcas/sites aqui apresentados não são patrocínios, apenas compartilho os que fazemos uso para que nossos leitores conheçam algumas novidades do universo materno.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Testando: Natura naturé - colônia mocinhos

Cheiro levemente amadeirado, lembra colônia para adulto, diferente dos tradicionais perfumes infantis que tem cheirinho de bebê.



Natura Naturé colônia Uhu! Mocinhos, embalagem 100ml.
Preço: R$ 53,50 - acho caro, mas comprei numa promoção, que saiu mais em conta. Não tem refil.

Dudu adorou, ele sempre lembra de usar assim que acaba o banho.




Os produtos/marcas/sites aqui apresentados não são patrocínios, apenas compartilho os que fazemos uso para que nossos leitores conheçam algumas novidades do universo materno.

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Testando: Natura naturé - colônia bem bom


Natura Naturé colônia Bem Bom - meninos, com cheiro de bebê bem enjoativo, muito forte. Embalagem 100ml.

Preco: R$ 44,20 acho caro, pela quantidade.


Não aprovamos!



Os produtos/marcas/sites aqui apresentados não são patrocínios, apenas compartilho os que fazemos uso para que nossos leitores conheçam algumas novidades do universo materno.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Testando: Creme dental Colgate Smiles

Com baixo teor de flúor, ideal para crianças que já sabem cuspir, apesar de está escrito na embalagem que o uso é para crianças a partir dos 6 anos, Dudu já usa desde 2 anos. Tem diversos sabores/persinagens, o que ele mais gosta é o de Bubble fruit, é verde com particulas brilhantes.
Preço: em torno de 5,00 embalagem de 75ml, nas farmácias de Salvador. Aqui em casa dura pelo menos uns 3 meses porque só Dudu usa.
Super aprovado, inclusive na última visita ao dentista Dudu recebeu elogios, sinal de que estamos no caminho certo néam, pois desde recém nascido que faço a higiene bucal dele. Apesar de ter usado muitos antibióticos por causa das infecções respiratórias, seus dentinhos estão muito bem.

Image: google imagens


Os produtos/marcas aqui apresentados não são patrocínios, apenas compartilho os que fazemos uso para que nossos leitores conheçam algumas novidades do universo materno.

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Testando: Natura naturé tóin óin óin

Uso em Dudu há pelo menos 2 anos e foi o que deu certo nos cabelos dele que são levemente encaracolados, castanhos com um queimadinho do sol por cima, mas com o uso desta linha ficam lindos.

linha p/ cabelos cacheados Tóin óin óin

O cheirinho é de melancia, bem agradável. Deixa os cabelos macios e com aspecto de bem tratados.

Preço: embalagem regular [igual da figura acima]
shampoo 250ml - 13,50
condicionador 250ml - 14,60
creme p/ pentear 200 ml - 14,90

Depois é só comprar os refis que são mais baratos, exceto o creme de pentear. Vale muito apena pelo custo x benefício. Eu já havia testados aqueles infantis de supermercado e todos estragaram os cabelos do meu filho.

Fonte dos preços: revista Natura ciclo 3/2013.


Os produtos/marcas/sites aqui apresentados não são patrocínios, apenas compartilho os que fazemos uso para que nossos leitores conheçam algumas novidades do universo materno.

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Férias - o retorno

As férias acabaram, mas tivemos tempo suficiente pra curtir juntinhos os últimos momentos antes do nascimento de Artur. Deu pra passear bastante, curtir uns cineminhas, viagens, passeios e encontros.

As fotos falam:




 

 

bailinho de carnaval ao som do grupo Canela Fina e encontro com amigas blogueiras.
 
Depois de tanta farra é hora de nos preparmos para a chegada mais que especial do novo mascote desta família, nosso amado Artur! A casa está em festa à espera deste ser que já está mudando nossas vidas - filho - venha com muita luz e saúde que o resto a gente providencia e papai do céu nos ajuda no que for preciso!

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Carnaval de Salvador para os pequenos foliões

Sei que estou devendo o post do retorno das férias, em breve ele sai, enquanto isso vamos ao que interessa neste momento: carnaval!

Trago um apanhado de atrações infantis que vão rolar nos circuitos oficiais. Mas antes de botar o pé atrás do trio não esqueçam de procurar um dos postos do Juizado de Menores Setoriais localizados na Rodoviária, Pelourinho [Rua Inácio Acioly, 26], Campo Grande [Igreja Batista Sião - ao lado do TCA], Barra [CEJUS - Rua Álvaro Augusto da Silva, 10] e Aeroporto, além do S.A.C Móvel na Avenida Ademar de Barros para adquirir gratuitamente a pulseirinha de identificação da criançada. E também levar:

- protetor solar
- lanche de casa visando evitar doenças transmitidas facilmente nos alimentos vendidos nas ruas
- documentos de identificação da criança e do responsável
- carteirinha do plano de saúde
- e fazer com que os pequenos foliões consumam bastante líquido, principalmente água.

Circuito Dodô - Barra
Sexta [08/02]
  • 10:00 - Bloco Happy - sentindo Ondina - Barra puxado pela banda Salto 15 e turma do tio Paulinho.

Sábado [09/02]
  • 10:00 - Bloco Happy - sentindo Ondina/Barra será a vez da banda Babado Novo com participação especial de Eliana e turma do tio Paulinho.

Circuito Osmar - Avenida

Sábado [09/02]
  • 10:30 - Bloco Todo Menino é um Rei - sentido Campo Grande/Casa de Itália com a turma do Chiquinho e a banda Samba de Farofa.
  • 10:45 - Bloco Pequeno Príncipe de Airá - com a banda Unjira
  • 11:00 - Bloco Algodão Doce - com Carla Perez
Domingo [10/02]
  • 10:00 - Bloco Rhataplan - com a banda Rhataplan e Sonho de Criança.
  • 10:30 - Bloco Mamulengo - com a Banda percurssiva Mamulengo da Bahia
  • 11:00 - Bloco Algodão Doce - com Carla Perez
  • 11:00 - Bloco Ibejí - com Ed city
Segunda [11/02]
  • 10:00 - Bloco Ibejí - com Amanda Santiago

Circuito Batatinha - Pelourinho [Praça das Artes] espaço infantil


Sábado [09/02]
1º dia no Bloco Happy 2012
13:00 às 14:00 - Grupo Filó
14:00 às 15:00 - Carla Perez
15:00 às 16:00 - Ray Gramacho
16:00 às 17:00 - Catolé
e mais...        espaço intinerante com pintura de rosto/brinquedos

Domingo [10/02]
13:00 às 14:00 - Ray Gramacho
14:00 às 15:00 - Carla Perez

15:00 às 16:00 - Catolé
16:00 às 17:00 - Banda Jurema
e mais...        espaço intinerante com pintura de rosto/brinquedos

Muquiranas 2012
Segunda [11/02]
13:00 às 14:00 - Tio Paulinho
14:00 às 15:00 - Chumbinho
15:00 às 16:00 - As Sapekas
16:00 às 17:00 - Catolé
17:00 às 17:30 - Banda Jurema
e mais...        espaço intinerante com pintura de rosto/brinquedos

Terça [12/02]
13:00 às 14:00 - Tio Paulinho
14:00 às 15:00 - Catolé
15:00 às 16:00 - As Sapekas
16:00 às 17:00 - Chumbinho
17:00 às 17:30 - Banda Jurema
e mais...        espaço intinerante com pintura de rosto/brinquedos


Fonte: http://www.carnaval.salvador.ba.gov.br/2013/capa/programacao.php



família carnavalesca - 2012


 O site do Ibahia publicou um mapa super útil com os principais serviços:


 
link aqui
 
TELEFONES ÚTEIS:
 
SALVADOR ATENDE 156
SAMU 192
POLICIA MILITAR 190
BAHIATURSA [71] 3117-3000
CODESAL [71] 3255-8700
JUIZADO DE MENORES [71] 3203-9300 / 0800 071 3020
CEDECA [71] 3326-9878
AEROPORTO [71] 3204-1010
DELEGACIA DE PROT. AO TURISTA [71] 3322-7155

domingo, 6 de janeiro de 2013

De férias

Começamos 2013 da melhor maneira...de férias!!!
 
Com um mega barrigão de quase 8 meses, muito sol, calor, diversão, viagens e tudo de bom que uma boa férias pode proporcionar. Só não posso ainda postar fotos por conta do limite atingindo, quando voltar resolvo esta parada.

Artur se remexe muuuuuuito.
Dudu quer brincar até dormindo.
Papai continua a trabalhar.
Mas a mamãe aqui está curtindo cada minutinho.

Beijos meus amores e até a volta!